No último dia de simulação, atividades dos CEO’s vão além das vendas

Empreendedores do Sigma-Múndi passam por provas inovadoras, como produção de filmes e criação de jingle

Por: Tatiana Dutra

Neste sábado (11), pela manhã no Sigma-Múndi, CEO’s produzem um filme. O conteúdo tem de ser roteirizado, editado e atuado. No total, os participantes terão 1h15 para produzir o material audiovisual, vendendo um produto que foi sorteado pelos diretores.

Os produtos sorteados foram: banana, celular, urso de pelúcia e toalha mofada. Os empreendedores devem seguir um gênero em cada filme, que também foi sorteado, entre terror, ação, era medieval e high school. Os diretores deram dicas de como produzir o conteúdo e utilizar a luz da maneira ideal ao filmar.

“O filme deve ter no máximo 2 minutos de duração. O roteiro deve ser devidamente organizado e as cenas devem ter coesão com o tema”, explica a diretora Rafaela Schimitt.

Os diretores reproduziram na TV os filmes cheios de humor e marketing, que causaram muitas risadas no comitê. ”A gente teve que lidar bastante com essa questão de tempo, mas no final conseguimos finalizar e gostei muito do resultado”, comemora a trainee Milena Aquino.

Equipe dos CEO’s se reúne para por atividades em prática

Não ‘tá’ fácil pra ninguém
Enquanto isso, os trainees que foram despedidos na noite anterior tiveram de fazer uma prova dinâmica com questões de Geopolítica. O objetivo da atividade é de buscar soluções para uma guerra eminente, a fim de evitá-la.

Os assuntos abordados na prova são discutidos em vários comitês do Sigma-Múndi e o grupo que melhor convencer a diretoria será realocado à equipe de CEO’s.

Experiências com audiovisual
Os CEO’s já haviam produzido filmes antes. Na experiência da última sexta-feira, os empreendedores tiveram de definir o local de filmagem, o diretor, os atores, o público-alvo e o enredo da história. O orçamento definido pelo comitê foi de R$ 80 mil, valor considerado reduzido.

Nessa experiência, os CEO’s se dividiram em duplas para discutir a produção e tiveram 2 minutos para apresentar. As duplas eram constituídas de uma pessoa que foi demitida e uma contratada. Se a dupla não fosse aprovada pelos diretores, ambos seriam demitidos e iriam para o Centro de Treinamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *